Conheça os deputados que tentaram acabar com a Lava-Jato

O site O Antagonista divulgou ontem (18/06) a tentativa de um grupo de deputados de acabar com a lava-jato, por meio de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

A turma anti-Lava Jato havia conseguido o número de assinaturas suficientes na Câmara para instalar a CPI destinada a atacar a maior operação contra a corrupção no Brasil. Porém, diante da péssima repercussão, vários deputados pediram para retirar seus nomes da lista de assinaturas. Por isso, é provável que a CPI não prospere.

Mesmo assim, é preciso escancarar quem foram os autores do requerimento:

(Clique no nome para ver a classificação do parlamentar no Ranking dos Políticos)

Paulo Pimenta – PT/RS
Baleia Rossi – MDB/SP
Arthur Lira – PP/AL
Júlio Delgado – PSB/MG
André Figueiredo – PDT/CE
Orlando Silva – PCdoB/SP
Chico Alencar – PSOL/RJ
Weverton Rocha – PDT/MA
José Guimarães – PT/CE
Afonso Florence – PT/BA
Carlos Zarattini – PT/SP
Hildo Rocha – MDB/MA
Chico D’Angelo – PDT/RJ
José Rocha – PR/BA

Os trechos do requerimento que abriam brechas para diversas interpretações e intenções, inclusive o de impedir o bom funcionamento da operação Lava Jato, são os seguintes:

“O objeto da CPI deverá estender-se, por conexão, para ocorrência de irregularidades em sede de outras investigações, que estejam em desacordo com o quanto firmado na legislação de referência e na defesa do sistema de proteção de direitos e garantias insculpidas na Constituição Federal, por ser do interesse da sociedade o resultado válido, legítimo e eficaz da aplicação das normas e da conduta dos agentes públicos.”

“É necessário investigar a possibilidade de manipulação das colaborações premiadas, o que indica fraude nos procedimentos e a possibilidade do envolvimento de agentes públicos. Esse é o objeto determinado.”

O requerimento foi passado em meio a outras votações, como se fosse uma proposta apenas para “investigar as denúncias de irregularidades feitas contra Antônio Figueiredo Basto e outros, inclusive envolvendo escritórios de advocacia, ocorridas no âmbito de alguns processos de delação”.

O deputado Rubens Bueno, do PPS do Paraná, disse a O Antagonista, por meio de sua assessoria, que assinou o requerimento para instalação da CPI de Paulo Pimenta contra a Lava Jato “achando que a comissão só trataria do caso só para o caso do advogado Antônio Figueiredo Basto”, acusado de cobrar uma espécia de taxa de proteção de delatores.

Veja o vídeo do Deputado:

 

Atualização 1: CPI da Lava-Jato não tem mais apoio suficiente

Atualização 2: o deputado Beto Mansur (MDB-SP) entrou em contato com o Ranking dos Políticos e informou que só assinou o projeto porque recebeu uma informação diferente sobre seu real objetivo. “Sou a favor da Lava Jato, e jamais assinaria algo assim se soubesse que esse era o conteúdo”, afirmou Beto. O Ranking decidiu retirar o nome do deputado da lista, mas adverte para que ele tenha mais cuidado na hora de colocar sua assinatura em futuros projetos.

Via O Antagonista

%d blogueiros gostam disto: