Osmar Terra: como foi o mandato do Ministro da Cidadania de Bolsonaro?

Osmar Gasparini Terra é deputado federal reeleito pelo MDB-RS. O parlamentar foi indicado ao Ministério da Cidadania pelo presidente eleito Jair Bolsonaro.

Formado em medicina, Osmar foi Ministro do Desenvolvimento Social e Agrário do governo de Michel Temer. Iniciou sua carreia política como prefeito de Santa Rosa de 1993 a 1996. Ocupou como suplente uma cadeira na Câmara Federal de 2001 até 2003, assumindo novamente o cargo em janeiro de 2005. Foi titular em 2007, mas afastou-se para assumir como secretário de saúde no governo do Rio Grande do Sul. É deputado federal eleito desde 2010, sendo reeleito em 2014 e e 2018.

Quais são suas posições? Quanto gastou? Responde a processos? Analise os fatos e dados que apresentamos aqui, e forme sua opinião sobre o Ministro.

ESMAR TERRA MINISTRO CIDADANIA FATOS E DADOS

 

Colocação

Osmar Gasparini está na posição 382 (em 21/12/2018) entre os 594 parlamentares no ranking acumulado desde 2015. O deputado perdeu 18 pontos por ter comparecido a 179 das 209 sessões do Congresso (menos do que a média dos demais parlamentares). Ganhou 24 pontos por ter gasto R$ 845.715,89 da Cota Parlamentar (abaixo da média dos demais parlamentares). Além disso, Osmar perde 20 pontos por ter irregularidades apontadas em sua tomada de contas de campanha, resultando no pagamento de multa pelo parlamentar. Ganha 15 pontos devido à sua formação superior em medicina e à sua fidelidade partidária.

Privilégios

Como deputado do RS, Osmar tinha direito a uma cota mensal de R$ 40.875,90. Sendo assim, desde 2015 quando foi eleito, teve direito a usar R$ 940.145,70. (valor relativo ao período em que ficou efetivamente no mandato; descontado o período em que assumiu como Ministro no governo de Temer). Desse valor, até o dia 21/12/2018, o congressista havia consumido R$ 845.715,89 da Cota Parlamentar (89%), o equivalente a R$ 36.770,25 por mês. Seus gastos mais expressivos foram:

  • Transporte e hospedagem: R$ 380.130,20
  • Manutenção de escritório e telefonia: R$ 217.296,48
  • Divulgação da Atividade Parlamentar e Correios: R$ 119.856,95
  • Alimentação: R$ 9.872,26

Qualidade legislativa

Neste critério, o parlamentar ganhou 85 pontos. Veja abaixo as votações mais impostantes que contribuíram para o seu desempenho:

Impeachment de Dilma Rousseff: Sim | +25 pontos

Rejeição da denúncia contra Temer (primeira votação)*: Sim | -5 pontos

*O parlamentar não participou da segunda votação pela rejeição da denúncia contra Michel Temer. Se tivesse participado e votasse Sim novamente (para rejeitar a denúncia), perderia mais 10 pontos.

Confira todas as votações do deputado nas matérias mais importantes

Veja os projetos apresentados por Osmar Terra na Câmara 

 

Manifestações públicas

Como deputado, ele apresentou um projeto de lei para mudar o Sistema Nacional de Políticas sobre Drogas tornando-o mais rígido. Uma das propostas, por exemplo, é a internação compulsória de dependentes químicos em determinadas circunstâncias. (Fonte: BBC)

 

 

Avaliação popular

Na página do parlamentar no Ranking dos Políticos, sua avaliação por parte do público que acessa o site é de 3/5. Além disso, 50% dos avaliadores consideraram Osmar Terra um excelente político, assim como 50% o considera um péssimo parlamentar, na soma de 4 avaliações. Opine!

 

E aí, qual o que acha do deputado? Deixe seu comentário!

Quer saber mais sobre outros Senadores e Deputados Federais? Acesse http://www.politicos.org.br/, pesquise e confira.

%d blogueiros gostam disto: