Como a deputada Maria do Rosário está no Ranking dos Políticos?

Maria do Rosário Nunes é deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores do Rio Grande do Sul. Ex-filiada ao Partido Comunista do Brasil (1985-1994), a parlamentar já foi vereadora de Porto Alegre (RS)  de 1993 a 1997, e deputada estadual de 1998 até 2003. Desde então, ocupa o cargo de deputada federal, totalizando 25 anos de carreira política.

Quais são suas posições? Como vota? Quanto gasta? Responde a processos? Saiba tudo sobre a parlamentar, e tenha uma opinião embasada sobre ela.

 

Manifestações Públicas

Em uma reunião deliberativa na CCJ da Câmara dos Deputados, a qual pretendia discutir a PEC que permite prisão após condenação em segunda instância, Maria do Rosário junto ao PT, seu partido, apresentou o questionamento na Comissão para evitar o debate com especialistas e juristas sobre o tema.

“Nenhuma alteração constitucional pode ser pressionada em momentos de intervenção federal; tiremos a referência à PEC em si e façamos a discussão do conteúdo.”

Com isso, Rosário e seu partido conseguiram travar o debate sobre a PEC e, por manter a possibilidade de diversas interpretações da justiça diante do tema, favorecer réus já condenados em segundo grau, situação em que o ex-presidente Lula se encontra.

Em 2003, a parlamentar protagonizou uma briga com o deputado Jair Bolsonaro. A discussão gerou um processo por ofensas contra o deputado, que foi condenado no STJ.

Recentemente, a deputada chamou de golpistas os que associam o governo Dilma a Temer em sua conta no twitter:


 

Colocação

Maria do Rosário se encontra na posição de número 526 (23/05/2018) entre os 594 parlamentares eleitos, desde 2015. Apesar de ter perdido 10 pontos por ter sua prestação de contas desaprovada pela Justiça na campanha em que concorria à prefeitura de Porto Alegre, em 2008, Rosário ganha 5 pontos em outros critérios por possuir formação superior em Pedagogia. A deputada perde 6 pontos em presença nas sessões por comparecer em 330 das 375 (menos que a média) sessões da Câmara dos Deputados. Por ter gasto R$ 1.573.325,60 com a Cota Parlamentar (acima da média), perde 15 pontos no critério privilégios. Perde também 190 pontos no criltério qualidade legislativa por conta de seus posicionamentos nas principais votações do Congresso Nacional.

 

Privilégios

Até o dia 15/05/2018, Maria do Rosário havia consumido R$ 1.573.325,60 da Cota Parlamentar, sendo os gastos mais expressivos com:

Transporte e hospedagem: R$ 776.956,66
Manutenção de escritório: R$ 314.051,66
Divulgação da atividade parlamentar: R$ 219.573,69
Telefonia: R$ 119.371,05

 

Processos:

A deputada é suspeita de ter recebido R$ 150.000 da Odebrecht via caixa 2 durante a corrida eleitoral de 2010, de acordo com inquérito autorizado pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF).

O pagamento teria sido feito por meio da área de Operações Estruturadas da empreiteira, que ficou conhecida como “departamento da propina”. O codinome da deputada no sistema “Drousys”, usado para controle dos repasses, seria “Solução”.

Maria do Rosário disse: “Quem não deve, não teme. A medida é uma mera autorização do STF para apuração dos fatos sobre as delações da Odebrecht. No entanto a mera citação de meu nome me deixa indignada. Não me calarei frente a este episódio e não me afastarei um milímetro sequer das causas que acredito e que o nosso trabalho representa. Vou disponibilizar meus sigilos fiscal, bancário e telefônico ao STF tamanha é minha tranquilidade. Meu nome e minha vida não estão à disposição para serem enxovalhados por ninguém em nenhum lugar” (fonte: G1).

 

Posições adotadas

Seguem abaixo as votações que mais contribuíram para sua pontuação no critério qualidade legislativa:

Cassassão Eduardo Cunha: Sim | +30 pontos

Impeachment Dilma Roussef: Não | -25 pontos

Rejeição das denúncias contra Temer: Não | +15 pontos

PEC do Teto: Não | -30 pontos

Reforma Trabalhista: Não | -20 pontos

Regulamentação do Uber (PEC 28/2017 menos burocrática, sem placa vermelha, autorização da prefeitura, etc): Sim | +20 pontos

Fundão Eleitoral: Sim | -30 pontos

 

Avaliação popular

Na página do parlamentar no Ranking dos Políticos, sua avaliação por parte do público que acessa o site é de 1,5/5. 3% dos avaliadores consideram Maria do Rosário uma excelente política, enquannto 94% consideram ‘péssima’ sua atuação parlamentar. Opine!

 

Quer saber mais sobre outros Senadores e Deputados Federais? Acesse http://www.politicos.org.br/, pesquise e confira.

Confira também os Fatos e Dados sobre

%d blogueiros gostam disto: